Projeto oferece atividades físicas gratuitamente no Mangueirinho

Projeto oferece atividades físicas gratuitamente no Mangueirinho

Saúde, bem-estar, lazer e solidariedade. Essas foram as palavras escolhidas por mais de 500 alunos para definir o Projeto Bem Viver com Saúde, realizado diariamente no Mangueirinho. A ação promove gratuitamente a prática de atividades físicas no local, com acompanhamento profissional e todo o suporte necessário à promoção de uma vida mais saudável. As aulas ocorrem de segunda a sexta, com turmas às 07h da manhã e às 17h.

Prestes a completar três anos de funcionamento, o Mangueirinho já se firma como Centro de Referência Esportiva da região Norte do Brasil. Desde que foi inaugurado, além de sediar grandes eventos, o ginásio busca cumprir sua função social e trazer impactos positivos ao Pará.

E foi com o objetivo de incentivar na população o sentimento de pertencimento, além de levar a comunidade à prática de exercícios físicos e hábitos mais saudáveis, que a Organização Social Pará 2000, responsável pela administração da Arena multiuso, idealizou o Projeto Bem Viver com Saúde.

O Bem Viver com Saúde teve início em 2018, quando os grupos que praticavam exercícios físicos no entorno do ginásio foram convidados a realizar as atividades dentro do Mangueirinho, onde teriam um local apropriado, com água, banheiros e mais segurança. Com o apoio da OS, os grupos receberam auxílio profissional de instrutores capacitados, além de materiais de suporte às atividades. Atualmente, o grupo conta com mais de 500 participantes vindos de vários bairros.

Liziane Peixoto, de 44 anos, participa do projeto há um ano e considera que as atividades melhoram a saúde corporal e mental. “Aqui cuidamos do corpo e da mente. É como uma terapia. Muitas pessoas chegaram com quadro depressivo e hoje apresentam um desempenho maravilhoso”, afirmou.

Aluna assídua, Liziane revela que já perdeu 20 quilos. “Eu cheguei aqui sem autoestima, muito acima do peso, com 116 quilos, hoje peso 96. Usava tamanho 50, hoje uso 44. Essa é uma grande vitória, conquistada sem procedimento cirúrgico, apenas com dieta moderada e os exercícios diários do projeto”, conta.

Chama atenção o grande número de mulheres na terceira idade que participam das atividades e realizam séries inteiras de exercícios indicados pelos instrutores. “Aqui temos senhoras que já perderam treze quilos em dois meses e meio de projeto. Nossas alunas relatam que estão muito mais ativas, e que os familiares notam e comentam que elas estão mais alegres em casa”, conta o instrutor José Herculano.

Há oito meses no projeto, Simony Bentes comemora a nova fase. “Meu desempenho melhorou em tudo, em casa, no trabalho. Tenho mais disposição e não me sinto mais tão cansada. Eu caminhava pelo entorno do Mangueirinho quando conheci o projeto e comecei a participar, de lá para cá já perdi 10 quilos”, frisou.

O projeto deu tão certo que já se tornou uma grande família, na qual todos se solidarizam e também comemoram uns com os outros. Mensalmente os alunos promovem um aulão solidário, em que, além das aulas de dança, exercícios funcionais e outros, são realizados sorteios de cestas básicas com doações dos próprios participantes. Na ocasião, os aniversariantes do mês também recebem felicitações e uma festa entre os colegas.

“Temos o desejo de expandir o projeto. Queremos iniciar turmas de karatê e balé infantil com o intuito de tirar as crianças das ruas e dos riscos que a mesma pode trazer. Além disso, muitas mulheres que já participam do projeto terão onde deixar seus filhos e netos. Enquanto elas se exercitam, os filhos aprendem um esporte”, afirma José Herculano, instrutor do projeto Bem viver com saúde.

O projeto Bem Viver com Saúde é aberto ao público e atualmente oferece atividades ao ar livre duas vezes ao dia: de 07h às 08h e de 17h às 18h. Para participar, basta comparecer ao estacionamento do Mangueirinho, onde ocorre o projeto, e se inscrever diretamente com um dos instrutores.

Deixe uma resposta